30/07/2018

A farra dos refrigerantes

A farra dos refrigerantes

Você sabia que cada lata de refrigerante tem cerca de R$ 0,20 de incentivos tributários? E que, somados, esses incentivos – que deixam de ser arrecadados pela União – somam R$ 7 bilhões ao ano? Isso ocorre em função de uma política de isenção de impostos, iniciada na década de 1990, para incentivar a fixação de indústrias na Zona Franca de Manaus. Em maio, a Receita Federal aproveitou o período conturbado da greve dos caminhoneiros, para fazer com que o presidente Michel Temer assinasse um decreto para zerar os créditos desse tipo de imposto. A reação dos parlamentares foi imediata: dois meses depois, aprovaram um projeto, no Senado, para restituir os subsídios à indústria de refrigerantes. O texto segue para a Câmara. Vale lembrar que a Organização Mundial da Saúde recomenda o aumento de impostos sobre os refrigerantes como uma das medidas para conter a obesidade infantil.

Quer saber mais?
Leia reportagem da ONU sobre a alimentação dos brasileiros

Quer opinar?
Assine a petição – Não ao subsídio de refrigerantes

MemeNews é financiado pela Open Society Foundations, por meio de um projeto que pretende unir humor e mudanças sociais.