21/11/2018

Reforma da penitência

Reforma da penitência

O Brasil tem a terceira maior população carcerária do mundo, com mais de 600 mil presos. Para tentar diminuí-la, o Conselho Nacional de Justiça organiza mutirões, que visitam penitenciárias e identificam pessoas que já cumpriram a pena (e que continuam presas por burocracias), ou que estão aptas a cumprir penas alternativas (40% estão em prisão provisória). Nos últimos dez anos, o CNJ libertou 45 mil presos e alterou a pena de 80 mil. Tendo isso em mente, o ministério da Segurança Pública liberou, nesta semana, uma verba de R$ 20 milhões para que o plano continue sendo executado. Há uma previsão, preocupante, de que o país tenha 1,47 milhões de presos até 2025, o que levaria a um colapso do sistema penitenciário.

Quer saber mais?

O Nexo explicou o plano do CNJ em detalhes

MemeNews é financiado pela Open Society Foundations, por meio de um projeto que pretende unir humor e mudanças sociais.