12/12/2018

Isso não se faz, Arnesto

Isso não se faz, Arnesto

O futuro chanceler do Brasil, Ernesto Araújo, anunciou ontem que o país vai sair do Pacto Global para Migração promovido pela ONU. O acordo foi aprovado em junho por 192 países (só os Estados Unidos votaram contra), e estava sendo ratificado ontem, quando Araújo tornou pública sua decisão. Apesar de não ter força de lei, o pacto apresentava um conjunto de orientações para o tratamento de imigrantes – que são 258 milhões de pessoas no contexto atual. Araújo alegou que a política de imigração deve estar a serviço dos interesses nacionais, ignorando que um em cada quatro imigrantes se muda para fugir de violência generalizada, guerra civil, fome ou outras formas de colapso social.

Quer saber mais?

O G1 explicou com detalhes o Pacto para Migração

Quer dar a sua opinião para o futuro chanceler?

Fale com ele no Twitter
https://twitter.com/ernestofaraujo

MemeNews é financiado pela Open Society Foundations, por meio de um projeto que pretende unir humor e mudanças sociais.