10/10/2019

Dos tempos da Inquisição

Dos tempos da Inquisição

A damarização da política brasileira vai ser enfrentada no Supremo Tribunal. A Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersexos (ABGLT) entrou com um pedido de liminar no STF contra o Itamaraty, que vetou termos como “gênero” em resoluções da ONU. No pedido de liminar, a associação lembra que o STF “reconheceu o gênero como uma manifestação individual e pessoal, não sendo algo que possa ser constituído pelo Estado, a quem cabe, apenas, seu reconhecimento”. Ou seja: o Ministério da Relações Exteriores estaria desobedecendo a Corte ao ir contra esse entendimento. O STF reconheceu o pedido da ABGLT, e deu ao Itamaraty dez dias para se explicar.

Quer saber mais?
Uma reportagem da revista AzMina sobre aborto foi alvo de denúncia da ministra Damares Alves

MemeNews é financiado pela Open Society Foundations, por meio de um projeto que pretende unir humor e mudanças sociais.