Hoje é dia de greve, bebês

15/05/2019
_____

É grave, é greve

Ontem, líderes partidários se reuniram com Jair Bolsonaro e testemunharam um telefonema do presidente ao seu antiministro da Educação, Abraham Weintraub, ordenando a suspensão do corte de verbas nas instituições federais. Horas depois, o governo negou a informação, afirmando que o contingenciamento estava mantido. É possível que esse drible de corpo em sua própria base tenha sido uma estratégia de Bolsonaro para esfriar as manifestações marcadas para hoje, em 17 estados, contra o corte de 30% – ou 3,5 chocolates – das instituições subordinadas ao MEC.  Algumas escolas particulares no Rio de Janeiro e em São Paulo  decidiram aderir à paralisação.

Quer saber mais?
A estratégia de Bolsonaro gerou mal estar na sua base

Por falar em MEC…

Foi no longínquo ano de 2017 que o saudoso ex-presidente Michel Temer criou o Pacto Universitário pela Promoção do Respeito à Diversidade, Cultura da Paz e Direitos Humanos, um programa do MEC que financiava pesquisas ligadas aos direitos humanos em 333 escolas e universidades. Com esse nome, é fácil adivinhar o que aconteceu no governo Bolsonaro. O programa foi abandonado, sem qualquer aviso oficial. Desde janeiro não há ninguém para responder pela iniciativa, e as universidades não recebem mais acompanhamento dos projetos. O abandono reflete a nova ideologia “não-ideológica”  do MEC, que acabou com a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão, ainda na gestão de Vélez Rodríguez.

Quer saber mais?
Este artigo discute os efeitos da extinção da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão

Anticlímax

O governo cancelou a Climate Week Latin America, evento sobre o clima que reúne gestores e empresas que atuam no desenvolvimento de tecnologias menos poluentes. O evento, que ocorreria em Salvador, foi suspenso pelo (Anti)Ministério do Meio Ambiente, sob o argumento de que o foco da pasta é a agenda urbana, e não o aquecimento global (assim como o foco do médico não é a medicina, do engenheiro não é a engenharia, e do filósofo Olavo de Carvalho de fato não é a filosofia). No começo do ano, o governo já havia anunciado o cancelamento da COP25, conferência do clima que reúne líderes globais. Segundo o Observatório do Clima, a amarelada atual se deveu ao medo de Ricardo Salles de que houvesse protestos contra a sua gestão.

Quer saber mais?
Agora o prefeito de Salvador quer receber o evento, mesmo sem o aval do MMA

MemeNews é financiado pela Open Society Foundations, por meio de um projeto que pretende unir humor e mudanças sociais.